quinta-feira, 28 de abril de 2022

 

Inquietação.

 

Mora, em mim, um ser poeta,
criança, porém severo e profundo,
a vigiar as dores do mundo.


Comigo vai aos lugares,
guarda, à seu modo, os sóis e os luares,
recolhe doces lembranças,
de dias ensolarados e de brisa, suaves nuanças. 


Adora sobremaneira brincar
nas montanhas e no mar,
onde sempre quer passear,
e se encanta, com seu modo de encantar. 


Escreve e esquece poemas na areia, 
nas ondas que morrem na praia,
escreve poemas e desaparece
no alto das montanhas onde o sol os aquece. 


Este ser criança, hoje, aprendiz de poeta,
em mim, a mim inquieta,
e, mesmo na mais sombria escuridão,
na mais terrível solidão,
sorri e canta sua canção.         By EC.

14 comentários:

  1. Imagens impressionantemente belas! O Poeta na fina essência da poesia!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eduardo Chiarini18 de maio de 2022 09:47

      Opa!!! Este comentário eu sei que é do meu amigo poeta Tião. Feliz e honrado pela visita e pelo carinho do comentário. Seguimos poetizando meu caro amigo. Abraços;

      Excluir
  2. Parabéns, caríssimo poeta. Agradeço sua amável atenção.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eduardo Chiarini18 de maio de 2022 09:49

      Obrigado Jorge, pela visita e pelo comentário, vindo de voce, um artista completo ( poeta, escritor, filosofo, pintor) fico muito feliz e honrado. Desculpe pela demora na resposta e obrigado pelo carinho. Abraços

      Excluir
  3. Lindo 👏🏽👏🏽👏🏽👏🏽👏🏽

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eduardo Chiarini18 de maio de 2022 09:50

      Obrigado pela visita e pelo comentário Lindo Poema. Feliz e honrado por sua visita, Desculpe pela demora na resposta.

      Excluir
  4. Maravilha de poema... Mesmo a vigiar as dores do mundo, nunca deixe de ouvir seu coração. Ele faz sentir o que se deve seguir.
    Saudades, poeta!
    Um forte abraço!🌹

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eduardo Chiarini18 de maio de 2022 09:44

      Nice, obrigado pelo carinho da visita e do comentário, Fico feliz e honrado e nunca deixo de ouvir meu coração. Desculpe pela demora na resposta ( problemas no google).

      Excluir
  5. A beleza da poesia na canção de um poeta. Encantador!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eduardo Chiarini18 de maio de 2022 09:51

      Ah querida e amada Léa, obrigado pela visita e pelo comentário sempre cheio de carinho. Fico muito feliz por sua presença. Beijos no coração e desculpe pela demora na respota.

      Excluir
  6. Comovente, parabéns, poeta!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eduardo Chiarini18 de maio de 2022 09:52

      Obrigado anônimo pela visita e pelo comentário.
      Feliz e honrado por sua visita. Desculpe pela demora na resposta ( problemas no google)

      Excluir
  7. Que beleza, Poeta Edu. Parabéns! 👏🏼👏🏼👏🏼👏🏼👏🏼👏🏼
    Boa tarde, com paz e muito amor!
    ✌️🍀🕊️🙏🏽

    ResponderExcluir
  8. Eduardo Chiarini18 de maio de 2022 09:54

    Feliz e honrado pela visita e pelo comentário poetisa Lena. Desculpe pela demora na resposta ( problemas no google) Seguimos poetizando.

    ResponderExcluir

Mais visitadas